Veja tambem

Notícias

Órgãos federais já aceitam o CPF como documento único para atendimento

Publicado

Nesta terça-feria (12), um decreto  publicado pelo governo federal no Diário Oficial da União (DOU) institui o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como documento “suficiente e substitutivo” para o cidadão obter uma série de informações e serviços públicos no âmbito federal.

Os cidadãos que requisitarem informações públicas, demandarem serviços ou solicitarem benefícios concedidos por órgãos e entidades federais poderão, salvo as exceções previstas no decreto, informar o número de inscrição no CPF em substituição aos números de Identificação do Trabalhador (NIT); dos programas de Integração Social (PIS) ou de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep); bem como da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) e da Carteira Nacional de Habilitação.

Compartilhe
Continue Reading

Copyright © 2018 Arko Advice Pesquisa LTDA | Arko News